Histórias de Faturistas - Episódio 1

A história a seguir é livre para todas as idades.
----
Comecei a trabalhar em uma empresa de diagnóstico por imagem onde éramos cinco faturistas mais a gerente.

Todos muitos simpáticos e solícitos em tudo que era proposto pela gerencia; o trabalho era muito bem dividido, a empresa remunerava muito bem, dava aos funcionários muitos benefícios e o ambiente era muito bom de se trabalhar.

Mas, havia um grande problema: os computadores!

Todos sabem que o faturamento necessita de computadores em bom estado de funcionamento. O nosso setor é muito agitado e não podemos perder tempo com maquinas que travam. 

Era o que acontecia!

A impressão que dava era que os computadores foram comprados na década de 90, sei lá.  Eles reiniciavam sozinhos, travavam a cada hora, não dava sequer para escutar uma radio online. Só era possível ficar com dois programas abertos: o software do faturamento e o navegador de internet no site do convênio para enviar o xml.

Mas, o aconselhável era ficar com apenas um software aberto.

Leia também:

Fui reclamar com a gerencia e comecei a sofrer perseguição da direção da empresa. Começaram a me tratar com mais rigidez como se eu fosse um mal funcionário.

Passei a prestar atenção nas coisas que aconteciam na empresa e fazer amizade com funcionários de outros setores, e, descobri que quem fornecia as maquinas era o esposo da dona da empresa. Quem fazia a manutenção era ele. O software de faturamento quem havia desenvolvido era ele. Estava tudo explicado!

Chegamos a perder a entrega de um Faturamento por conta das más condições das maquinas. Mas, nada mudaria. 

Quem se mudou fui eu!
-------
Mantemos sempre a identidade, de quem enviou a história, em sigilo absoluto. Envie sua história para portaldofaturamentohospitalar@gmail.com.
-------
Clique aqui para ler o episódio 2.
-------

Comentários

Não Encontrou o que Procurava? Pesquise Aqui!

Top 10 da semana!

Faturamento, o fim

Synvisc One pela Sul América PASSO A PASSO