Eu faço faturamento - Parte 1



As notícias não são nada animadoras! A economia brasileira está mais fraca a cada dia. Desemprego em alta, juros lá em cima, passagens aumentando e você vai no supermercado e compra cada vez menos. O salário já não tem tanto poder quanto antes.

No seu trabalho você tenta pedir aquele aumento para o seu chefe, e ele, desconversa..., mas, a clínica, hospital ou laboratório que você trabalha vive cheio e os médicos sempre naquela correria. Certo dia, um medico te chama e diz: “tem como você fechar a minha UNIMED para mim? Eu te dou uma moral (dinheiro) ” e você se vê numa situação que, apesar de tudo, você está precisando de um dinheiro a mais. E aceita! 


No mês seguinte, mais um médico te chama em seu consultório e diz: “o OUTRO MÉDICO disse que você fecha a UNIMED dele. Quanto você me cobraria para fechar a minha também? Por que eu estou sem tempo! ” E você acaba cobrando a mesma coisa que o outro médico te paga.

Mais tarde, mais um médico vem até você e diz: “fique sabendo que você fecha UNIMED de uns médicos aqui. Tem como você fechar o meu Bradesco? É tudo na Orizon. É só colocar o valor e fechar que eu imprimo as coisas e entrego. Quanto você me cobra? 

Assim, cada vez mais, a sua renda vai aumentando. E, um médico após o outro, agora, você recebe por fora quase a mesma coisa que o seu salário. Mas, você tem uma jornada maior de trabalho agora.

Leia também:

De oito da manhã as cinco da tarde, você cumpre o seu expediente. Dependendo da cidade, chega em casa lá para umas sete da noite. Tem seus “a fazeres” domésticos, porém, tira uma hora ou duas antes de dormir para fazer faturamento. Ou, no final de semana tira uma tarde ou manhã para adiantar tudo. 

É cada vez mais comum ver isso no meio da saúde. E se você souber administrar bem o seu tempo, dá para ter uma boa renda extra. Porque estamos falando de fechamentos pequenos e online. Consultas... Guias que ficam disponíveis nos sites, prontas para a valoração e o fechamento. Não há muito o que se fazer! Basta ter uma boa conexão com a internet e saber o valor a ser preenchido. Por isso, é tão normal escutarmos secretarias (os), recepcionistas e até auxiliares administrativos falar: - Eu faço faturamento!

Portanto, procurem se instruir, fazer um curso de faturamento, ligar sempre para as operadoras de saúde afim de saber das novidades. Queiram sempre mais! Quem sabe um trabalho que hoje é extra, pode se tornar o seu trabalho oficial no futuro... subir para o próximo degrau, só depende de você! Mas, isso é um assunto para o próximo texto...

Continua...

Comentários

  1. Boa Noite!

    Primeiro lugar obrigado pela iniciativa, estou acompanhando pelo face tbm rsrsrs. Enfim, vc poderia tentar me explicar como um prestador define o valor do Oxigênio? Eu sei que o valor é cobrado pela hora de utilização, e pelo que pesquisei o valor da hora muda de acordo com a vazão prescrita pelo médico. Por exemplp, uma hora de O2 há 03 litros por minuto custa R$12,00 já essa mesma hora a 06L/M custa 18,00. E enfim, como esse valor é definido? Já que nas tabelas não existem oxigenoterapia (excessão da hiperbárica)?
    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde,
      Você só consegue cobrar uma taxa seja ela qual for se a mesma for acordado em contrato, no entanto deve procurar o convênio ou operadora de saúde e discutir o assunto.
      Em relação a valores dificilmente você vai colocar um preço que se acha justo receber.
      Em relação a cobrança por hora, isso é muito relativo, tem convenio que trabalha com minutos e outros a cada 15 minutos um valor e também os convenios com hora.

      Excluir
  2. Onde é possível fazer cursos de atualização?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.

Não Encontrou o que Procurava? Pesquise Aqui!

Top 10 da semana!

Faturamento, o fim