Faturamento Hospitalar - O real problema das Glosas

As glosas possuem um impacto muito negativo no Faturamento em diferentes Estabelecimentos de Atenção a Saúde.

Pode significar trabalho perdido ou trabalho dobrado, de acordo com o tipo de glosa ocorrida.

Lembrando que estamos falando de glosas ocorridas a partir de não conformidades geradas no prestador do serviço, ou seja, estamos excluindo as glosas geradas pelas operadoras de saúde.

Uma não conformidade no processo de confecção e montagem das contas médicas fatalmente gerará uma glosa.

A falta de atenção no preenchimento dos formulários TISS, cálculos efetuados incorretamente, ausência de autorização prévia, não observação de cláusulas contratuais, desconhecimento das regras da tabela contratada, a não checagem de assinaturas e prescrições... são inúmeros os motivos.


Leia Também:

O segredo para evitar que elas aconteçam é identificar onde estão acontecendo. O grande problema é que quando identificamos onde, fatalmente identificaremos quem.

O conflito é completamente inútil, na minha opinião. Gera desgaste e desconforto corporativo. 

O que eu aconselho é pensar no macro e investir na Gestão de Pessoas desenhando novos processos ou reformando os já existentes. 

O investimento em ações preventivas como cursos, treinamentos e encontros multissetoriais são indicados.

A Glosa Zero não é impossível! 

Impossível é você continuar tendo trabalho extra com essa glosa recorrente que não larga do teu pé.
---
Compartilhe este texto pelo WhatsApp, Messenger ou E-mail e nos ajude a espalhar conhecimento. 
Tem uma surpresa para você Clicando Aqui.

Tem outra surpresa para você Clicando Aqui.

Não Clique Aqui.

Comentários

Não Encontrou o que Procurava? Pesquise Aqui!

Top 10 da semana!

Faturamento, o fim

Superfaturamento