Fator Redução Acréscimo

Campo 45 do SADT, campo 26 da GHI, está em outras despesas mas, muita gente não sabe para que serve, e, já é motivo de rejeição de xml e até glosa. Estamos falando do Fator Redução/Acréscimo.

O Fator é o percentual de redução ou acréscimo sobre o valor da despesa realizada, e, funciona da seguinte forma:

Se o prestador lançar o valor acrescido diretamente no campo do valor unitário, o campo do Fator deve ser preenchido com 1.00, ou seja, sem acréscimo ou redução, vale o inserido no campo valor unitário.

Se o prestador lançar o valor sem redução ou acréscimo no campo valor unitário e quiser acrescer 30% na conta, deve inserir 1.30 no campo Fator Red/Acres. Se desejar acrescer 70%, deve inserir 1.70. Se desejar acrescer 50%, deve inserir 1.50 e assim por diante.

O mesma regra se aplica para descontos. Digamos que o procedimento só será cobrado 70% do valor inserido no campo valor unitário. Dessa forma deve-se inserir no campo Fator Red/Acres 0.70.

Como você pode ver nos exemplos a seguir:



É bom deixar claro que estamos falando de arquivo xml, ou seja, o sistema gerador do xml é que vai calcular essa regra ao inserirmos o percentual no campo do Fator de Red/Acres.

Para os prestadores que ainda fazem seu faturamento de forma manual e não realizam envio eletrônico, o campo Fator Red/Acres sempre será 1.00 e qualquer acréscimo ou redução deve ser inserido diretamente no campo do Valor Unitário. 

Fique Atento!

Isso é Faturamento Hospitalar!

#Compartilhe


Comentários

  1. Boa tarde Abner!
    Achei interessante sua publicação porém a minha dúvida é a seguinte:

    Temos um determinado procedimento dobrando por ser apartamento e jogando 30%, pois é em horário diferenciado (madrugada), para mim entendo que seria 2.60 no acréscimo pois no sistema ele dobraria e posteriormente jogaria os 30% (ex: R$ 100 x 2 = R$ 200 adicionando 30% = 260 ou 2.60 x R$ 100 = R$ 260) porém conheço um convênio que exige que enviemos o acréscimo como 2.30, então fiquei sem entender pois 2.30 x R$ 100 = R$ 230.
    Portanto gostaria de saber se existe alguma documentação oficial que poderia ajudar a nós, faturistas, a bater de frente em uma situação dessas?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.

Não Encontrou o que Procurava? Pesquise Aqui!

Top 10 da semana!

Faturamento, o fim

Superfaturamento