Faturamento Glosa 2505

mão com caneta nas mãos anotando gráficos, um café sobre a mesa e parte de um computador aparecendo
O Faturamento é um ambiente muito agitado e todos nós sabemos disso. Contudo, some isso a um sistema bem configurado, uma equipe bem treinada, um bom diálogo com os demais setores e um gestor competente e, podemos minimizar o estresse diário. Eu disse: minimizar.

Existem situações que fogem completamente do nosso controle e você deve estar perguntando: como assim?

Estou falando aqui de processos muito bem definidos: os procedimentos são autorizados no momento do atendimento, as informações lançadas em sistema, a guia é impressa do site da operadora com a senha de autorização e os procedimentos autorizados, as guias seguem para o pré faturamento que confere se as informações batem com o sistema, é verificado a necessidade de relatórios e pareceres, as guias seguem para o faturamento que, por sua vez, administra os procedimento finais de fechamento de lotes e envios.

Quando o setor de recurso de glosas vai conferir os pagamentos e se depara com esse tipo de glosa, o profissional deve se perguntar: Qual processo falhou e ocasionou esta falha?

Sempre costumo dizer que a glosa 2505 é uma glosa de faturamento. Por que se o pré faturamento, que é o processo responsável por verificar o que foi autorizado e o que foi realizado deixou isso passar, o faturista vai cobrar o que não foi autorizado; e, sendo o pré faturamento um processo do faturamento em si: a glosa é do faturamento.

Leia também:


Porém, temos algumas ressalvas:


1- o seu estabelecimento de atenção a saúde deve possuir os seguintes processos bem definidos: recepção - autorização - pré faturamento - faturamento - recurso de glosas.

2- em estabelecimentos de pequeno e médio porte em que um profissional acumula mais de um processo é necessário rever o número de funcionários do quadro.

"Muitas da vezes, o dinheiro que você está perdendo com glosas irrecuperáveis paga o salário de um funcionário em meio período" 


Uma experiencia própria recente me mostrou que contratar um funcionário em meio período para fazer o trabalho de autorização e pré faturamento, praticamente ERRADICOU as glosas.

3- Se você não quer investir em sistema e pessoal: TERCEIRIZE!

Existem terceirizações que entram com pessoal e informatização para o seu negócio.

Por fim, ultimamente temos tido uma prática muito corriqueira entre as seguradoras de saúde. Essa prática nos dá mais trabalho e dá mais tempo a eles.

FALHA SISTÊMICA! 

Enviamos um faturamento impecável e conferido e recebemos uma glosa absurda, que não condiz com nada e temos o trabalho de preparar o recurso de glosas.

Eles ganham mais 60, 90 e até 120 dias para pagar um faturamento que deveria ter sido para em 30.

Como eu já disse anteriormente, o Faturamento é um ambiente muito agitado e todos nós sabemos disso mas, quando você tem processos bem definidos, você desconfia primeiro da operadora e depois do profissional da sua equipe.

Comentários

Não Encontrou o que Procurava? Pesquise Aqui!

Top 10 da semana!

Faturamento, o fim