Faturamento e o ato médico na CBHPM

Ao ato médico iniciado no período normal e concluído no período de urgência/emergência, aplica-se o acréscimo de 30% quando mais da metade do procedimento for realizado no horário de urgência/emergência.


E depois? o acompanhamento do paciente?



     style="display:block"
     data-ad-client="ca-pub-1937646815735948"
     data-ad-slot="1462785910"
     data-ad-format="auto">



De acordo com a CBHPM, as visitas hospitalares (código 10102019) e as consultas eletivas (código 10101012), só podem ser cobradas a partir do 11º dia após o ato cirúrgico.

Espero que eu tenha ajudado! Deixe seu comentário, sugestão abaixo e compartilhe nas redes sociais com seus amigos.
|
|
|
Fonte: CBHPM 2016

Comentários

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.

Não Encontrou o que Procurava? Pesquise Aqui!

Top 10 da semana!

Faturamento, o fim

Raio X Cotovelo na CBHPM.