A Linha de Produção da Conta Médica

O caminho da conta médica, é como se fosse uma linha de produção: atendimento - pré Faturamento - faturamento - envio - análise - liberação de pagamento - emissão de nota fiscal - pagamento (isso se não houver glosas). 

Ou seja, cada setor, é responsável por uma etapa do processo, o qual, deve resultar no pagamento total da conta. Por isso, qualquer falha em uma destas etapas impede que a conta médica avance.

Vamos pensar num circuito elétrico em série, por exemplo. Cada lâmpada corresponde a uma das etapas do processo e a conta médica é a corrente elétrica que flui por todo o circuito do processo. Se nós tirarmos uma lâmpada deste circuito, todas as outras se apagam.

Isso ocorre, porque a corrente elétrica, assim como a conta médica, só tem um caminho para passar.

Auditoria do SUS
Faturamento Home Care
A importância da elegibilidade no Faturamento Hospitalar

Quando um procedimento que precisa de autorização prévia é cobrado sem essa autorização e no extrato aparece a glosa 1818, nos perguntamos: O que fazer?

A resposta é: Vamos reanalisar as etapas do nosso processo.

No Faturamento, quando você cobra algo que não poderia ser cobrado, está desperdiçando tempo e recursos. 

Mas, em que etapa poderemos encontrar a falha do nosso processo?

Na recepção, que não pediu a autorização no momento do atendimento?

No pré faturamento, que não identificou a falta de autorização do procedimento?

No faturamento, que não orientou sobre a necessidade de autorização daquele tipo de procedimento?





Precisamos também analisar se a glosa foi um fato isolado ou uma ação recorrente. 

Veja bem: a primeira etapa, que é o atendimento, é responsável pela autorização e, sendo um caso isolado, houve uma falha no processo interno do setor e cabe a orientação direcionada a este.

Agora, se a glosa é uma ação recorrente, temos falhas em diversas etapas do processo da conta médica. Ou seja, temos um setor de faturamento que não dialoga com os demais setores; não orientando assim, sobre a necessidade de autorização prévia para este tipo de procedimento que fora glosado.

Ainda hoje, conseguimos identificar, em algumas organizações, um setor "inimigo" do outro. Com a pseudo cultura de superioridade em relação ao outro setor.

Este tipo de cultura é prejudicial a Organização pois, todos saem perdendo.

Diálogo, cordialidade, espirito de companheirismo, trabalho em equipe, união... são ingredientes essenciais para uma organização mais saudável e prospera. 

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe com seus amigos Faturistas.

Comentários

Não Encontrou o que Procurava? Pesquise Aqui!

Top 10 da semana!

Faturamento, o fim

Synvisc One pela Sul América PASSO A PASSO