Incidências do Raio-x e o Faturamento

A maioria dos faturistas negligenciam as incidências na cobrança de raio-x e podem estar perdendo muito dinheiro.

Faturamento Hospitalar.

Nas tabelas que utilizamos no Faturamento Hospitalar (AMB e CBHPM por exemplo), quando chegamos na parte de exames radiodiagnósticos como o raio-x, temos a coluna indicativa de filme radiológico e incidência.

As tabelas utilizadas na remuneração indicam a quantidade de filme utilizado para a realização dos procedimentos e o contrato com a operadora de saúde vai indicar o valor em reais (R$) pago pelo M2 (metro quadrado) do filme. Isso porque, os exames pode utilizar mais ou menos de 1 M2.

O valor do metro quadrado do filme é atualizado anualmente pelo Colégio Brasileiro de Radiologia (CBR) e serve como base para as negociações com as operadoras de saúde.

Já na coluna incidência, é indicado até quantas incidências àquele valor calculado cobre.

Incidências.

Quando é realizado um raio-x em um paciente, o médico indica (no pedido do exame), a posição em que o paciente precisa realizar o exame para que o médico consiga ver na imagem as informações necessárias para o apoio ao diagnóstico.

faturamento hospitalar
As posições mais comuns nos exames de raios-x são: 

- Póstero Anterior (PA);

- Ântero Posterior;

- Obliqua;

- Axial.

Alguns exames como raios-x de coluna cervical e tórax, possuem códigos para cada quantidade de incidências como no exemplo abaixo:

4.08.02.01-9 - Rx coluna cervical - 3 incidências.

4.08.02.02-7 - Rx coluna cervical - 5 incidências.

Já a maioria dos procedimentos possuem um código apenas e quando é realizada incidências em quantidade superior a comportada pelo código, é necessário a cobrança da incidência adicional.

4.08.04.07-0 - Rx perna - 2 incidências (PA e perfil por exemplo). 

E se o médico pedir PA, AP e perfil?

Neste caso, devemos cobrar o código 4.08.04.13-5 - incidência adicional de membro inferior.

Complicações no Faturamento

O grande problema é que muitas operadoras não credenciam o código de incidência adicional na tabela de seus credenciados na tentativa de barrar a cobrança exacerbada de exames radiodiagnósticos.

O que causa um efeito contrário já que umas das maiores causas de descredenciamentos na radiologia é justamente a cobrança exagerada de exames.

Conclusão

Seja como for, verifique o seu contrato e códigos contratados antes de efetuar a cobrança para não receber glosas desnecessárias.

#faturamentohospitalar

Comentários

Não Encontrou o que Procurava? Pesquise Aqui!

Top 10 da semana!

Faturamento, o fim

Synvisc One pela Sul América PASSO A PASSO